Atitude SADA

H√° 40 anos juntos, Gl√≥ria e Martin superam juntos a segunda experi√™ncia com o c√Ęncer

Campanha Atitude SADA continua em novembro, estimulando o cuidado consigo e com o pr√≥ximo‚Äč

Desde o m√™s de setembro, a campanha Atitude SADA vem promovendo o cuidado consigo mesmo e com o pr√≥ximo. Durante o Outubro Rosa, falamos sobre o apoio dos familiares e amigos de v√≠timas do c√Ęncer.

No m√™s de novembro, nossa ATITUDE de cuidado com as pessoas continua com novos personagens que contam suas hist√≥rias de supera√ß√£o e desmistifica√ß√£o do c√Ęncer de pr√≥stata.

AVISO

A história a seguir é real. A imagem utilizada, assim como os dados pessoais citados, são ilustrativos: foram alterados em respeito a identidade e privacidade da personagem. 

Nome: Martin Paulo da Silva e Gloria de Jesus Silva;
Idade: 72 e 67 anos;
Cidade: Pato Branco (PR).

Tem mais ou menos 1 ano que a Gloria come√ßou o tratamento contra o c√Ęncer de mama. Nunca foi f√°cil, nenhum dia foi como o outro. Mas n√£o tenho d√ļvidas que vamos passar por tudo isso juntos!

Descobrimos a doença dela, exatamente 10 anos depois que descobrimos a minha. Eu nunca tinha feito nenhum exame preventivo por puro preconceito e falta de conhecimento.

Ir ao médico pra mim era um tabu que eu não sei explicar. Não ia porque não ia, não tinha uma resposta concreta para explicar esse pensamento tão atrasado e me arrependo por isso. Vivi os meus piores dias e as piores dores e sei que tudo isso foi por causa dessa mentalidade pois se eu tivesse descoberto a doença antes, tudo seria diferente.

Quem me deu forças para continuar, mesmo quando os médicos já tinham me dado a sentença final de 6 meses de vida, foi a Gloria. Ela nunca acreditou neles e isso pode ser visto no sorriso que ela estampa no rosto mesmo durante a quimioterapia.

No meu caso, passei por tratamentos muito fortes, dois ciclos de quimioterapia e um transplante de medula óssea. No caso da Glória, foi menos forte pois ela descobriu o tumor quando ele era bem pequeno, em uma mamografia que fez em outubro do ano passado.

Se tudo der certo, e vai dar, a Gl√≥ria acaba as sess√Ķes agora, em fevereiro e eu estarei l√° para vibrar com ela. 

Estamos juntos j√° h√° 40 anos. Vivemos momentos dif√≠ceis, dois c√Ęnceres e agora essa pandemia. N√£o vamos nos dar por vencidos!

A minha sugest√£o √† todas e √† todos √© que se cuidem, pois s√≥ conseguimos perceber o quanto ter sa√ļde √© importante quando n√£o a temos.

COMPARTILHE:

SIGA O GRUPO SADA NAS REDES SOCIAIS


Facebook


Instagram


Youtube


Linkedin

OUÇA NOSSO PODCAST

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

VEJA NOT√ćCIAS POR SEGMENTO