Atitude SADA

“Quando descobri o c√Ęncer, meu mundo pareceu desabar”, conta Sr. Geraldo, de 67 anos

AVISO

A história a seguir é real. A imagem utilizada, assim como os dados pessoais citados, são ilustrativos: foram alterados em respeito a identidade e privacidade do personagem. 

Nome: Geraldo Martins Couto;
Idade: 67;
Cidade: Juíz de Fora (MG).

Tudo começou quando percebi que algo estava diferente quando ia ao banheiro. Sentia que quando urinava, a bexiga não esvaziava por completo e em pouco tempo sentia vontade de novamente procurar um banheiro.

Jamais poderia imaginar que fosse um c√Ęncer – nem no meu pior pesadelo. Comentei a situa√ß√£o com meus filhos, meio que de brincadeira, fazendo piada, e o meu mais velho (que √© enfermeiro) se preocupou. 

Logo fomos ao hospital e o médico pediu alguns exames preliminares: um exame de PSA mostrou que as coisas estavam fora do esperado e o médico pediu uma biópsia.

O mundo pareceu desabar sob os meus p√©s quando recebi o diagn√≥stico de c√Ęncer.

Graças a deus que pude contar com o apoio da minha família que não saiu de perto de mim. Foi bem assustador, e graças à eles e à minha proximidade com a religião, nunca me faltou fé.

Foi preciso fazer uma prostatectomia mas valeu a pena pois hoje tenho uma vida comum: faço caminhada diariamente e gosto de viajar de carro, faço pinturas como hobby e ainda ajudo a cuidar dos meus netos.

Agora, depois da cirurgia, sigo em acompanhamento m√©dico mas me sinto curado e aliviado por ter tido a chance de ter sido diagnosticado a tempo de um tratamento.‚ÄĚ

COMPARTILHE:

SIGA O GRUPO SADA NAS REDES SOCIAIS


Facebook


Instagram


Youtube


Linkedin

OUÇA NOSSO PODCAST

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

VEJA NOT√ćCIAS POR SEGMENTO