Atitude SADA | Outubro Rosa

Edna conta sobre os desafios de lutar contra o c√Ęncer de mama no passado‚Äč

AVISO

A história a seguir é real. A imagem utilizada, assim como os dados pessoais citados, são ilustrativos: foram alterados em respeito a identidade e privacidade da personagem. 

Nome: Edna de Souza;
Idade: 54 anos;
Cidade: Goi√Ęnia (GO);
Profiss√£o: Contadora.

‚ÄúDescobri que tinha c√Ęncer de mama em 2006, aos 41 anos. Na √©poca, sentia muitas dores na mama. A medicina n√£o era t√£o evolu√≠da quanto hoje, me lembro de ter passado em v√°rios m√©dicos e nenhum deles detectaram as origens das minhas dores.

Foi um geriatra que me encaminhou ao mastologista. Demorou um ano para detectar o c√Ęncer. Na √©poca, pouco se falava sobre outubro rosa ou outras campanhas de autoexame, muito menos para exames preventivos.

Ao receber a not√≠cia que minhas dores nas mamas eram um c√Ęncer, fiquei muito abalada. Naquela √©poca, saber que estava com c√Ęncer era uma das piores not√≠cias do mundo!

Tratei a doen√ßa no Hospital Ara√ļjo Jorge, fazendo quimioterapia durante um ano.

Hoje, detectar a doen√ßa √© r√°pido e as campanhas de autoexame ajudam bastante. Temos que aproveitar essa evolu√ß√£o na medicina para cuidar da nossa sa√ļde.

Hoje eu trabalho junto com diversos jovens e vejo a vontade que eles possuem em aproveitar a vida. Não adianta apenas reclamar da vida. Tem que desejar viver todos os dias!

SIGA O GRUPO SADA NAS REDES SOCIAIS


Facebook


Instagram


Youtube


Linkedin

OUÇA NOSSO PODCAST

INSCREVA-SE EM NOSSO CANAL

VEJA NOT√ćCIAS POR SEGMENTO